A febre amarela antes do mosquito: miasmas e contágio nos manuais de medicina popular no século XIX

Autores

  • Isabel Stancik
  • Marco Antonio Stancik

Resumo

O trabalho apresenta as concepções relativas à febre amarela adotadas no Brasil no século XIX, antes de se atribuir sua propagação à ação do mosquito Aedes aegypti. Para tanto, procura-se esclarecer o emprego das noções de miasmas, ou infecção, e contágio, conforme apresentadas pelos manuais de medicina popular disponíveis no período.

Biografia do Autor

Isabel Stancik

Downloads

Como Citar

Stancik, I., & Stancik, M. A. (2011). A febre amarela antes do mosquito: miasmas e contágio nos manuais de medicina popular no século XIX. História Social, (16), 147–165. Recuperado de https://ojs.ifch.unicamp.br/index.php/rhs/article/view/238

Edição

Seção

Artigos