“A galinha estava morta e pronta e só faltava assar-se”: a Revolta Escrava do Serro (Minas Gerais, 1864)

Autores

  • Isadora Moura Mota

Resumo

Este artigo conta a história da rebelião
escrava do Serro, movimento que reuniu
mais de quatrocentos rebeldes em Minas
Gerais, no mês de outubro de 1864.
Cientes dos projetos emancipacionistas
em debate no parlamento nacional e da
guerra civil nos Estados Unidos,
escravos das lavras de diamantes,
fazendas e cidades do Serro e Diamantina
planejaram uma “guerra contra os
brancos” para obter sua liberdade. Eles
contavam com o apoio de comunidades
quilombolas e homens forros. Através
da análise desta revolta, esperamos trazer
à tona as culturas e experiências da
escravidão no nordeste mineiro, assim
como suas relações com o cenário
político da década de 1860.

Biografia do Autor

Isadora Moura Mota

Mestranda em História Social na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Downloads

Como Citar

Mota, I. M. (2011). “A galinha estava morta e pronta e só faltava assar-se”: a Revolta Escrava do Serro (Minas Gerais, 1864). História Social, (12), 35–51. Recuperado de https://ojs.ifch.unicamp.br/index.php/rhs/article/view/195